Você é um estudioso?

Muitas pessoas não se consideram estudiosas. Muitas pessoas vivem reclamando de ter que estudar. O número de pessoas vinculadas a instituições de ensino tende a diminuir à medida que elas envelhecem. Mesmo na universidade, é comum ouvirmos alunos queixando-se das exigências acadêmicas.

Em geral, informações como essas são recebidas por nós com naturalidade. Mas o que é estudar? A concepção mais comum é: sentar-se em frente a um livro e ler para aprender algo. No entanto, já abordamos o estudo ativo neste blog, o qual se trata de uma série de comportamentos nossos em relação a um conjunto de informações. Tais comportamentos podem ser ler, grifar, fazer gráficos ou esquemas, preparar apresentações, fazer exercícios, engajar-se em atividades do cotidiano relacionadas com o assunto, etc. Estudar, portanto, não precisa se resumir a ler.

Mas e o contexto? Se alguém faz pesquisa na internet, lê textos, discute com colegas e prepara esquemas para passar uma fase (ou concluir uma quest) de um jogo de videogame, isso é estudar? Se considerarmos apenas as ações do indivíduo, descontextualizadas do assunto, trata-se, sim, de estudo. Se um funcionário de setor administrativo procura um texto na internet sobre como usar uma nova ferramenta (a agenda do Google, por exemplo) e o lê a fim de familiarizar-se com tal ferramenta, isso também é estudo. O mais intrigante é que o estudo para essas atividades (jogos, tarefas do trabalho e outras coisas que estão mais ligadas ao cotidiano, desvinculadas de instituições de ensino) costuma ser muito eficiente!

Parte do desafio da orientação para o estudo é identificar elementos que favoreçam o engajamento do aluno nas atividades acadêmicas, assim como acontece com as atividades citadas acima. Além, é claro, de atenuar o efeito das condições que o desfavorecem. O importante é ter claro que muitas pessoas já são estudiosas, buscando fontes de informação para resolver problemas do dia-a-dia. O que falta, em muitos casos, é estender tais ações para outros contextos. Para isso, procure um profissional especializado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s